Outfit: Black me Out

Processed with VSCOcam with m5 preset

Outro dia estava navegando aleatoriamente na internet e esbarrei umas 3 ou 4 vezes com o termo “normcore“. Sem entender direito o que ele queria dizer, fui dar uma googlada básica e rapidamente descobri que o normcore é a tendência “anti-fashion” do momento.

Assim como o minimalismo que marcou a segunda metade dos anos 90, o normcore é uma contestação de toda aquela invasão de estampas, releituras e ícones da moda que a gente viu aos montes nesses últimos anos. Ao invés de peças estampadas, rendadas, brilhosas, com babados, transparências e todo tipo de (excesso de) informação, a ideia é que as roupas venham limpas e com uma modelagem bem “anti-marcas”.

O normcore quer ficar longe das passarelas e das tendências, e não dá muita bola praquele conceito de “se expressar por meio do vestuário”. A ideia é exatamente não se destacar no meio da multidão, rs. Não vou me aprofundar muito sobre isso, mas tem uns textos bem legais explicando a tal da anti-tendência no Google (vale a pesquisa =p) e essa conta bem legal no Instagram com looks de streetstyle normcore.

Tô escrevendo sobre isso porque desde o inverno passado, quando ainda nem se falava do termo, vejo itens mais práticos invadindo o meu guarda-roupa. Passei boa parte do inverno rigoroso usando moletons – daqueles bem quentinhos e meio genéricos comprados na Decathlon – pra trabalhar e outras atividades do dia a dia, e o verão com regatas super básicas em preto, branco ou cinza.

Ultimamente, ando super numa vibe all black&grey e quase não tenho usado acessórios. Mesmo sabendo que nem eu vou conseguir lidar com essa anti-tendência por muito tempo, fico felizinha de ver que tá rolando todo um questionamento contra todos os excessos por aí!

Processed with VSCOcam with m5 preset

E no fim das contas, esse look tem uma cara levemente normcore na camiseta cinza de malha mescla da Renner, combinada com jeans liso e básico (da Zara) e nos detalhes em preto (jaqueta, bota e cinto), né? Quando sai pra fotografar, queria muito muito registrar um look com essa botinha/coturno da Zara, que é minha paixão do momento! O salto grosso faz com que ela seja super confortável , e eu queria muito uma bota com salto grosso e cano mais justinho pra usar bem assim, com jeans! Adorei que encontrei essa versão com cadarço, tô completamente apaixonada e não quero mais sair de casa sem ela! De longe minha peça favorita de toda a temporada! Amei tanto que tô com medo de usar e estragar.

Processed with VSCOcam with m5 preset

A jaqueta de couro fake é da coleção da Maria Filó para a C&A de uns 400 anos atrás (continuarei amando e usando até ela pedir aposentadoria) e o óculos estampadinho p&b foi um achado da liquidação de verão da Zarinha.

A música que inspirou o título desse post: [youtube http://www.youtube.com/watch?v=t5Qx2PNfSp4]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *