Beauté: Meus batons queridinhos da MAC

maclipstick_myth_cremednude_brave3

Já faz um bom tempo que bati as fotos pra esse post, mas demorei um tempão (mesmo) pra escrever.

Beleza é um dos últimos tópicos na lista de coisas que pretendo ter no Ap, simplesmente por que acho que já existem muitos e bons blogs falando do assunto por aí! É só dar um search no Google pra encontrar resenha de quase tudo e muitas amostras de produtos também! Apesar do assunto ter sido a minha porta de entrada no mundo dos blogs de mulherzinha, lá em 2007,  todo o incentivo ao consumo que rola por aí acabou fazendo com que ele perdesse um pouco do brilho pra mim. Todos os meses são milhões de batons com o último tom da moda, o esmalte da novela, aquele delineador perfeito ou a base que deixa a sua pele naturalmente linda, tem-que-ter.

Testei muita coisa nessa fase, e gastei muito dinheiro, mas hoje em dia posso dizer que tenho os meus favoritos, os produtos que enquanto estiverem a venda vou comprar sempre e que eles são suficientes pro meu lado feminino se sentir feliz! E trabalhando em casa, tenho saído muito mais sem maquiagem por pura preguiça. Minha última compra foi um pincel flat da Vult, por puro impulso quando estava dando uma volta na Ikesaki, em São Paulo. Nunca tinha ouvido nem falar dele, mas amo pincéis flat e achei ele muito digno pro corretivo de todo dia. Também compro um ou outro batom colorido, se fico muito tempo na vontade, mas simplesmente não acompanho mais esse assunto com a mesma avidez… alguém mais sente o mesmo?

maclipstick_myth_cremednude_brave2

Mas daí tem uma coisa que eu acho que posso contribuir com o mundo, nesse assunto, porque faz mais de um ano que eu voltei a usar aparelho, que, apesar de ser “estético” ~de porcelana~, continua me deixando insegura pra usar batons mais chamativos. Qualquer dia desses vai chegar a hora de tirar, mas enquanto isso, vou continuar investindo em cores mais discretas, que façam minha boca sumir no dia-a-dia, rs.

O tamanho da minha boca é bem normal, ou seja, proporcional ao meu rosto pequeno, então tirando essa parte do aparelho nunca tive um drama muito gigante em torno dela. Mesmo assim, desde que entrei pra esse mundo das maquiagens, me encantei com os batons nude! O Myth foi o meu primeiro batom da MAC, é o favorito e vai ser amor eterno pra sempre. Tenho vontade de ter o Fleshpot, que por se mais rosadinho provavelmente orne melhor com minha pele, mas sabe… ele só vai entrar pra minha coleção no dia que eu precisar de um Myth novo e ele estiver muito fácil, rs. Nenhuma pessoa normal precisa de duas variações do mesmo batom!

Então por que diabos tem um Creme D’Nude, vocês me perguntam? Por que ele é bem diferente do Myth. O Myth é satin, um acabamento que as fãs dos batons matte da MAC até acham bem cremoso, mas que pra mim é seco, rs. O Creme D’Nude é um nude totalmente cremoso, com uma boa cobertura, ótimo praqueles dias de inverno que a boca tá seca! É ele que vive na minha bolsa, por que consigo reaplicar de boa em qualquer lugar.

maclipstick_myth_cremednude_brave

Já o Brave, bom… eu vi uma amostra do Brave num desses blogs da vida e tinha umas embalagens em casa pra fazer BACK2MAC, aquele esquema que você troca 6 embalagens de plástico usadas por um batom novo na loja! 3 deles eram batons que ficaram velhos (um Myth antigo, um Pink Nouveau e um Please Me), 1 blush, uma sombra e um pó que eu não tinha me adaptado, tentei passar pra minha mãe e pra ela também não rolou, todos comprados naquela fase do auge dos blogs, lá por 2008 ou 2009, pela internet ou quando fui pra Buenos Aires.

Tava na dúvida se pegava o Rebel ou o Brave, mas decidi esperar pelo Rebel – quero muito comprar quando tirar esse treco da boca – e investir no Brave agora, que apesar de mais escuro e um tanto avermelhado, é um cor de boca bem neutro! Do lado do Myth e do Creme d’Nude ele parece ser bem chamativo, mas na verdade ele tem quase o mesmo tom da minha boca natural, ou seja, é perfeito pra dar aquela visual “natural só que melhor”! A cor dele é bem bonita, e o acabamento também a satin, mas menos seco que o Myth (vai entender!).

Sobre o BACK2MAC, fiquei bem feliz com a experiência, já cheguei na loja dizendo que iria fazer isso (fui na MAC do Shopping Mueller), tava com medo de ser mal atendida por que não ia comprar nada, mas o atendimento foi perfeito, padrão MAC, a vendedora me ajudou a testar, foi super simpática, já pegou as embalagens e me deu o batom… sem dramas! Fiquei super contente de ter transformado meus produtos velhos em uma coisa nova, rs! 😉

smartcaseipadmini

Ah, e já que entrei nesse assunto de programas de fidelidade, retorno e cia… queria compartilhar também que fiz o meu primeiro resgate de milhagens da vida esses dias, rs! Sim, eu era completamente inexperiente nisso até pouco tempo atrás, as pessoas não costumam compartilhar muito esses “segredos“, né?

Tinha cadastro no Smiles e acumulava pontos lá e no cartão de crédito, meio que no automático (hoje em dia, viajando a trabalho no melhor vôo disponível na data, tenho milhas acumuladas na Tam e na Azul também… aliás, pra qual deles é melhor transferir as milhas do Mastercard, alguém sabe?), e tinha essas milhas resgatadas no Smiles que iriam vencer agora em setembro.

Não vou conseguir viajar tão cedo e fiquei um bom tempo pensando no que faria, quando entrei no Shopping Smiles e esbarrei com a Smart Case pro iPad Mini que eu cobiçava faz algum tempo! Pensei mais um pouco e decidi que seria um bom investimento, já que era só um pouco mais do que as minhas milhas que iriam vencer e eu poderia continuar com o resto que tá acumulado até pensar no que fazer com elas.

smartcaseipadmini2

Fiz o resgate no sábado, chegou na quinta-feira e fiquei super feliz com a “aquisição” – era algo que eu precisava mas nem pensava em comprar tão cedo. Pensei até que o modelo que viria era o de poliuretano, mas fiquei bem contente de ter recebido a capinha de couro! Temos uma de poliuretano no iPad 2, que foi meu e passou pro Rafael quando o meu mini chegou aqui em casa, mas achei esse modelo de couro bem mais resistente!

O que eu fazia antes dessa capinha? Bom, meu irmão trouxe o meu iPad Mini dos EUA antes de lançarem Smart Case pra ele, só com a Smart Cover! Durante um tempo usei uma capinha meio tosca de plástico pra proteger atrás, só que ela quebrou e eu fiquei usando sem por um tempo mesmo. Daí ele ficou todo arranhado… ou seja, além de proteger, essa Smart Cover me ajuda a não ver os estragos que fiz nesse período. 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *