Vida: Mestrado não tem férias.

O tempo segue voando por aqui. Já passamos da metade de 2015, e o meu primeiro semestre de aulas presenciais terminou oficialmente semana passada. Digo primeiro semestre, e presencial, porque desde sexta-feira estou fazendo uma disciplina de Processo Pedagógico do Ensino Superior que sim, acontece nas férias (e é presencial), quando eu ainda tenho três artigos pra escrever e entregar das outras disciplinas. Ou seja, não posso nem cogitar parar.

Mas sabe o que é pior? Esse ritmo meio doido vicia. Outro dia, entre o final das disciplinas e o começo dess disciplina, não tinha nada “obrigatório” pra ler e me bateu uma bad, haha. Tipo, o que eu faço agora? Já tô até cogitando tentar emendar um doutorado aí, coisa que até bem pouco tempo atrás achava muita loucura.

De qualquer maneira, voltei pra deixar registrado o que aconteceu no último mês, que por incrível que pareça, não foi só estudo (apesar de ter sido bastante isso).

life-update-5-julho-2015-1

No comecinho de junho fomos pra São Paulo ver o show do Tigers Jaw que rolou por lá, e apesar da correria (o show foi em pleno feriadão, mas optamos por ir de ônibus, saímos no sábado de manhã e voltamos no domingo à noite logo depois do show, já que ainda temos dificuldades em deixar o Leopoldo sozinho por mais tempo, mesmo pagando uma cat sitter pra vir dar uma olhada nele), foi bom ter saído um pouco de casa.

Mesmo tendo ido pra São Paulo a trabalho mais de 10 vezes ano passado, não visitava a Pinacoteca desde 2013, e é um lugar qeu eu adoro voltar! Como passamos só uma noite por lá, ficamos no Blue Tree da Paulista, super bem localizado, e no sábado a noite demos um rolê massa com um amigo. São Paulo parece super assustadora pra quem é de fora, mas muitas vezes me sinto mais segura lá do que aqui em Curitiba. E o show também foi  incrível, o Tigers Jaw é uma banda que tem muito potencial de ser algo bem maior, se eles quiserem, claro.

life-update-5-julho-2015-2

Mal cheguei de São Paulo e fui dar um pulo em Brusque (no fim de semana seguinte!), daí voltei e entrei no meio do furacão das semanas finais do semestre e encerrramento das disciplinas. Foi louco, mas é realmente incrível ver o quanto evoluímos e aprendemos em quatro meses. Ninguém mais tem medo de artigos de 30 páginas com várias tabelas estatísticas, uhu! \o/

Também ganhei um orientador, finalmente, e assim que superar essa fase dos artigos posso finalmente começar a trabalhar no tema da minha dissertação com mais afinco! Não vejo a hora. ;D

life-update-5-julho-2015-3

Por fim, essa semana tivemos um seminário especial na PUC segunda-feira, com o professor Wagner Kamakura, brasileiro que dá aulas na Rice University no Texas e já foi editor do Journal of Marketing Research. Foi bem bacana ter contato com os modelos pra uso de dados secundários em pesquisas acadêmicas que ele apresentou, e com toda a realidade acadêmica lá de fora.

E ontem rolou churrasco do PPGAdm na chacará da Professora Jane! Foi legal ver o pessoal das linhas de pesquisa reunidos… nem parece que conheço todo esse povo há apenas quatro meses.

Pra dar uma arejada na cabeça, vale contar, também retomei a vida social nesse período e consegui sair com um pessoal com quem já trabalhei em outras temporadas da vida, com o pessoal do Anticast e fui até ver a Orquesta Sinfônica do Paraná tocando a trilha sonora com a projeção do Metropolis hoje! E depois ainda fomos almoçar no Nova Polska com amigos queridos.

Admito que conversar exige um certo esforço, mas tô me esforçando pra achar o meu lugar no mundo de novo. Minha vida mudou bastante nesses últimos meses, mas não vale a pena reclamar. Continuo sem férias, como nos últimos cinco anos, mas sinto, pela primeira vez, que é por algo no qual realmente pode fazer alguma diferança (algum dia)!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *