Gato: #LeopoldoFacts 2

leopoldofacts2-1

Prontos pra mais uma sequência de fatos do Leopoldo, o gatinho bicolor que eu e o Rafael adotamos? Ele chegou no Ap dia 18 de julho, mais de 2 meses atrás… Mesmo assim, o único post sobre ele foi publicado no dia 5 de agosto, ou seja temos muitas histórias (e fotos!) pra compartilhar dos últimos 45 dias dessa aventura!

Vou continuar a lista que comecei no primeiro post, ok?

leopoldofacts2-2

#18 A Primeira Doença
Duas semanas depois da primeira vacina, super tranquila, acabamos tendo que voltar com o Leopoldo no veterinário, dessa vez numa emergência.

Comecei a perceber que ele tava estranho no domingo à tarde: capotou na cama e tava levemente quentinho e meio amuado. Achamos que só estava cansado, mas daí ele recusou comida. Na segunda-feira, ficou muito mais quente, tremendo, e desconfiei que era febre! Corremos pra clínica e não deu outra. Ah, ele tava espirrando também. Comentei com a veterinária e ela deu o diagnóstico: gripe felina!

Uma injeção de antitérmico depois, voltamos pra casa com o pequeno e dois suplementos vitamínicos. A febre baixou, o bicho correu, pulou, comeu. E a febre voltou. Parece que essas coisas são normais em filhote, e sim, o Leopoldo ainda é um bebê-gatinho.

leopoldofacts2-4

#19 Hemograma
Na terça-feira, ele voltou no veterinário pra tirar sangue e fazer um hemograma. Tomou mais uma injeção de antitérmico, continuou nos suplementos, e foi melhorando – o apetite tava meio chato mas uns dias depois voltou ao normal. Nós ficamos com o coração na mão mais uma vez de ver o gato doente, mas pelo menos ele melhorou e não deu nada no hemograma.

#20 Arranhador?!?
Logo ele estava comendo e correndo de novo e pior, resolveu arranhar o box baú caro da minha melhor cama do mundo. Sempre que ele faz isso, coloco pra fora, mas não sei se vai funcionar pra ele parar.

#21 Banho de Sol
Ele adora tomar banho de sol na janela do quarto e na cama – nessa época do ano, o único lugar que bate sol diretamente é o quarto, e é ali que ele faz questão de ficar. Inclusive pedindo pra gente abrir as cortinas de manhã.

leopoldofacts2-3

leopoldofacts2-16

#22 Brinquedos Caros
Compramos dois brinquedos importados caros – uma vareta com uma cordinha e um rato de brinquedo na ponta, que faz um barulho de rato de verdade, e uma bolinha com um ratinho dentro, com o mesmo barulho. A vareta ele curtiu um monte, brincou e pulou até cansar. A bolinha ele ignorou completamente.

#23 Elásticos de Cabelo
Atualmente, o brinquedo favorito dele são mesmo os meus elásticos de cabelo. Ele encontra eles pela casa, joga no chão e fica horas esticando, pulando, puxando, correndo com eles na boca pra lá e pra cá. Sim, a gente compra brinquedos caros, os ratinhos continuam espalhados pela casa, mas ele só quer saber mesmo dos elásticos de cabelo.

leopoldofacts2-5

#24 Graminha de Gato
Além dos elásticos, outra coisa que ele curtiu muito foi esse vaso com graminha de gato – compramos as sementes, plantamos e cresceu super rápido! Dizem que faz bem pro sistema digestivo dos bichinhos.

#25 Varanda
Ah, também terminaram a reforma do telhado do prédio e conseguimos colocar a tela de proteção, super necessária pra quem faz questão de manter os gatinhos seguros em casa, então agora ele tem acesso liberado pra varanda e passa horas ali olhando os passarinhos  no telhado!

leopoldofacts2-7

leopoldofacts2-8

leopoldofacts2-9

#26 Hábitos
Se a gente fica muito tempo fora de casa, percebemos que ele fica a maior parte do tempo dormindo. Se antes ele se escondia embaixo dos móveis, agora faz questão de dormir em cima do sofá, olhando pra porta.

Se estamos em casa, ele faz força pra ficar acordado e fazendo companhia pra gente. Quem diria que gatos poderiam ser tão companheiros? Eu não sabia e me surpreendo a cada dia com as demonstrações de carinho!

leopoldofacts2-6

leopoldofacts2-10

leopoldofacts2-11

#27 Coleira
A gente bem que tentou, mas ele não aceitou usar coleira de jeito nenhum…  então deixamos assim mesmo. Já que ele não tem acesso à rua e fica bem tranquilo em casa, não é tão necessário.

#28 YouTube
No YouTube tem um monte de vídeos feitos especialmente pra gatos – é só procurar lá que tem vários tipos.  Já testamos muitos, e embora ele fique bastante entretido nos que tem passarinhos, não tá nem aí pros de aquários, esquilos e outros bichos.

leopoldofacts2-12

leopoldofacts2-14

leopoldofacts2-13

#29 Vacinas
Semana passada voltou pro veterinário pra tomar o segundo reforço das vacinas. Estamos esperando a terceira rodada e a anti-rábica pra agendar a castração. Embora tecnicamente ele já possa ser castrado, a veterinária sugeriu esperar um pouco pra ele “amadurecer” – e evitar problemas urinários no futuro. Como não temos problemas de xixi fora da caixa  e ele realmente não tem acesso a rua nem convive com outros gatos, podemos esperar mais um pouco.

leopoldofacts2-17

leopoldofacts2-18

#30 Durapet Bowl
Além dos brinquedos caros, compramos esses potinhos pra ração e água na Rei dos Animais. Eles também não foram baratos, mas o Leopoldo estava usando uns provisórios bem pequenos e está visivelmente crescendo, então precisávamos de modelos que coubessem mais ração. Esses são de aço inox, tem o fundo emborrachado e o quadrado, que usamos pra ração, tem uma das bordas mais baixinhas! Como são pesadinhos, evitam que ele vire enquanto brinca. Usamos o redondo mais fundo pra água – ele toma bastante – o quadrado pra ração seca e o redondo menor e mais baixinho pro sachet de ração.

#31 Alimentação
Conseguimos chegar num equilíbrio bem bacana pra alimentação dele: deixamos a ração seca sempre disponível pra comer quando tiver fome, e todo dia no mesmo horário servimos meio sachet da Royal Canin pra filhotes (Kitten Instinctive). Guardamos a outra metade num potinho na geladeira pra servir no dia seguinte, e tem dado super certo por enquanto.

leopoldofacts2-19

leopoldofacts2-20

#32 Garras
Ontem eu consegui, pela primeira vez, cortar as unhas do gato! A veterinária tinha cortado na primeira visita, a gente comprou uma tesoura específica pra isso mas ele nunca deixava alguém mexer. Ontem enquanto ele dormia, consegui finalmente dar um jeito…

#33 Bagunça
Gatos dormem um monte. E são tranquilos boa parte do tempo também, mas volta e meia o Leopoldo fica agitado – parece um Gremlin alimentado depois da meia noite. Corre, pula, arranha, eriça os pêlos e fica andando de ladinho ou nas duas patas da frente, ou dando uns pulos. Eu acho bem engraçado, mas tem dias que meio que enche o saco, porque ele geralmente entra nesse modo depois da meia noite ou às 6h da manhã. E sim, a gente desistiu de tentar deixar ele dormindo sozinho sala faz um tempinho já… Então ele fica pulando na cama até eu ou o Rafael colocarmos ele pra fora.

#34 Cone
O Leopoldo também tem um arranhador! Compramos um cone e forramos ele com corda de sisal. Ainda precisamos refazer pro acabamento ficar certinho, mas no fim das contas fica mais barato e legal que comprar aqueles prontos que eu acho horrendos… pelo menos os menores.

Ainda temos vontade de executar algum projeto DIY e fazer um mais bacaninha, mas financeiramente falando, tá inviável agora… 😉 Quem sabe quando ele ficar maiorzinho? =)

Gato: Apresentando o Leopoldo!

#adotamos um gatinho

apresentandooleopoldo-2

Faz quase 3 semanas que o Leopoldo chegou aqui em casa, dia 18 de julho, nos braços de uma amiga. Depois de uns anos pensando, adiando e planejando, finalmente adotamos um bichinho!

Antes de trazer um filhote pra casa, chegamos a rodar feiras de adoção pela cidade e até visitamos a Sociedade Protetora dos Animais atrás de um gato jovem-adulto, macho, que já viesse castrado e saudável. Acredita que bem no fim de semana que resolvemos fazer isso, a maioria deles estavam sem gatos para adoção? Pensamos um pouco, amadurecemos a ideia, telamos o apartamento inteiro e aceitamos o filhote de coração aberto!

apresentandooleopoldo-6

Mas não dá pra esconder: o começo foi bem pior do que estávamos esperando. O gato passou os primeiros dias enfiado na toca, sem muita interação e sem querer comer… afinal, ele veio de um lar temporário, onde estava com a mãe e os irmãos, e de uma hora pra outra o trouxeram pra cá, sozinho, com esse dois malucos que não tinham ideia do que fazer com um filhote felino de dois meses e meio. Foi de partir o coração ver ele tão assustado.

apresentandooleopoldo-12

Mas daí a gente foi conquistando ele, e ele nos conquistou, de uma maneira muito bonita. Comemoramos cada avanço nessa relação: a primeira vez que ele usou a areia, o primeiro pratinho de Fancy Feast (ele não curte Whiskas Sachet, não tem jeito), a primeira vez que saiu da toca por conta própria, o primeiro dia inteiro sozinho quando fomos pra Brusque pro aniversário do meu pai (super tranquilo), a primeira visita ao veterinário pra tomar vacinas…

Foram 3 semanas cheias de desafios, mas acho que a gente ganhou. Agora o Leopoldo brinca a madrugada inteira, dorme no colo, no sofá, ama um carinho, dá beijinho de nariz e adora ficar perto da gente. Enquanto escrevo esse post, ele tá ali todo fofo e lindo dormindo no sofá. Impossível não se apaixonar por esse filhote de gato maluco, que tornou a nossa vida muito mais divertida.

apresentandooleopoldo-3

Pretendo postar alguns fatos do Leopoldo aqui no blog daqui pra frente, sempre que for conveniente. Ele ainda é só um bebê, mas já deu pra perceber ele crescendo nessas 3 semanas. É só uma questão de tempo pra ele virar um gatão, mas vamos lá…

#LeopoldoFacts

#1 – Eu e o Rafal somos dois bobos olhando quando ele começa a pular pra lá e pra cá na ponta dos dedos, no modo gato-maluco, geralmente com um ratinhos de brinquedo nas patas ou na boca.

apresentandooleopoldo-9

#2 – É muito engraçado assistí-lo brincando pela sala. Às vezes, ele se desequilibra e cai, levando um super susto (sempre de alturas pequenas, já que ele é bem medroso).

apresentandooleopoldo-8

#3 – Até agora, já compramos 5 desses ratinhos – todos estão desaparecidos no momento em que escrevo esse post. Os favoritos são os coloridos com penas e chocalho.

apresentandooleopoldo-4

#4 – A ração que ele mais curtiu foram os sachets da Royal Canin pra filhotes. Ele fica tão tão louco que quase come o pote junto. Mas ele também fica de boa com a ração seca (estamos dando a Golden para filhotes) e gosta do Fancy Feast de Salmão.

#5 – Toma muita, muita água, sempre que tem sede, direto no potinho. Sem frescuras.

apresentandooleopoldo-10

#6 – Assiste TV e fica louquinho com o mouse correndo na tela do computador.

#7 – Ama sentar no teclado quando a gente tá trabalhando (como todo gato), mas ainda não pira nem um pouco com caixas.

apresentandooleopoldo-11

#8 – Ronrona MUITO alto, sempre que ganha carinho.

apresentandooleopoldo-1

#9 – Miou bastante durante a segunda e a terceira noite. Agora ele é praticamente mudo, só mia quando quer brincar de esconde-esconde (se enfia em algum lugar e se a gente não dá bola mia esporadicamente pra chamar a atenção).

#10 – Quase não solta pêlos.

#11 – Escuta os vizinhos subindo as escadas do prédio e fica olhando pra porta, esperando alguém entrar.

apresentandooleopoldo

#12 – Usa a areia de boa, mas fica mais feliz quando colocamos sílica na caixa (gruda menos nas patas).

#13 – Ainda não sabe lidar com as visitas, fica escondido quando vem alguém em casa e não sai de lá de jeito nenhum.

#14 – Clínica veterinária da primeira consulta: Maison Chien, na Itupava (escolhemos por ser perto de casa e 24h, o que pode ser útil em caso de emergências). O atendimento foi muito, muito bom, ele ficou super calmo e tomou vacina sem nenhum drama.

#15 – Melhor pet shop pra comprar brinquedos e ração até o momento: Rei dos Animais, no comecinho da XV de Novembro, perto do pontilhão da Nossa Senhora da Luz.

apresentandooleopoldo-7

#16 – O aquecedor elétrico (a óleo) ajudou muito a quebrar o gelo e tirar o filhote da toca nos primeiros dias. Deixamos ligado numa temperatura morna (pra ele não se machucar) e a combinação de calor + barulhinho fez com que ele se sentisse mais à vontade e dormisse melhor. Foi o primeiro amor dele aqui em casa, haha.

#17 – Estamos perdidamente apaixonados.